Psicopatas

“Mentes Perigosas : o psicopata mora ao lado.” (foto)

Por Francisco Beck Neto

Li o livro da psiquiatra muito bom mas confesso que fiquei assustado com as revelações da especialista, pois pensei que nesse meus 50 anos de vida soubesse definir o que era um psicopata, imaginava que eram pessoas violentas que cometiam atrocidades, crimes bárbaros, em parte até sabia, mas não o suficiente para poder imaginar que ” eles ” podem estar ao nosso lado, no dia a dia e que, nem sempre apresentam esses sintomas tão agressivos e violentos.
Por não agirem dessa maneira o tempo todo fica muito difícil notar algo de anormal, só percebemos quando o mal já foi cometido. Não vou comentar sobre os aspectos técnicos nem científicos do livro, não sou habilitado para isso. Definir um psicopata não deve ser muito fácil, pois raramente os sintomas aparecem claramente, a verdade é que todos nós temos um pouco de maldade dentro de nós, alguns mais outros menos o difícil é admitir isso.
Segundo a Dra. Ana o psicopata não é um doente mental que é psicótico, que tem dilírios e alucinações é maluco de verdade, aquele que não sabe o que faz, ao contrário do psicopata que sabe o que faz, a quem faz e porque está fazendo, o problema é que ele age com a razão sem emoção então não se identifica com suas vítimas e nem tem a capacidade se por no lugar deles.
Só para ajudar a entender como funciona a mente de um psicopata, quando foram submetidos a teste em laboratório no qual apareciam imagens boas como a natureza, cenas de pessoas felizes e ruins como cenas de violência, mortes, sangue, crianças sendo agredidas e maltratadas, as pessoas normais reagiam de acordo com a cena, já os psicopatas reagiam da mesma forma, ou melhor não apresentavam nenhuma reação, tanto faz uma cena boa como uma ruim eles reagem da mesma forma, pelo fato de não apresentarem sintomas fisiológicos como : aumento do batimento cardíaco, sudorese, para eles é muito fácil enganar as pessoas.
Aonde menos se espera podemos encontrar um psicopata, segundo estatística americana os homens são a maioria e existem 4% de psicopatas no mundo entre homens e mulheres. Um fato curioso neles é que não nutrem nenhum tipo de sentimentos pelas pessoas, são sempre frios e calculistas, planejam e executam seus crimes ou delitos sem esboçar arrependimentos nunca sentem pena, compaixão ou remorso pelo que fazem.
Nem sempre os psicopatas são assassinos eles podem agir de diversas formas por exemplo desprezando um ente querido, destruindo vidas afetivas, e causando diversos transtornos e prejuízos emocionais e financeiros as suas vítimas sem no entanto matá-las. A maior dificuldade que temos de identificar um psicopata é quando temos algum tipo de ligação afetiva com ele, mas em comum eles são falantes, mentirosos, bajuladores, despudorados, arrogantes mas também cultivam um lado de encantamento e sedução. Para evitar ser vítima desse doentes devemos mudar a nossa postura de bonzinho, que entende todo mundo, que a pessoa não fez por mal, e pensar de forma que lhe permita distinguir entre o bem e o mal.
Achei muito interessante o livro da Dra. Ana, inclusive ela relata alguns casos conhecidos como o da atriz Daniela Perez , vale a pena. Mesmo porque é sempre bom aprender alguma coisa nova, e nesse caso específico é de grande utilidade, quem sabe voce não está entre um psicopata e nem desconfie disso. Fique ligado !!!

Por favor siga e curta
Sobre Francisco Beck 13 Artigos
Um eterno aprendiz! Técnico de Informática, Web Designer, Designer Gráfico, Editor de Imagens e Vídeos, Criador e Curador de Conteúdo

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*